objeto do desejo

“Acho que o quintal onde a gente brincou é maior do que a cidade. A gente só descobre isso depois de grande. A gente descobre que o tamanho das coisas há que ser medido pela intimidade que temos com as coisas. Há que ser como acontece com o amor. Assim, as pedrinhas do nosso quintal são sempre maiores que as outras pedras do mundo. Justo pelo motivo da intimidade”. Manoel de Barros

Pedrinhas novas… novo quintal. Flerte. Que vem antes da intimidade desejada. A chave já é nossa!

Anúncios

6 comentários sobre “objeto do desejo

  1. Viva!!! Eu sei que vocês farão do novo quintal um quintalzão.
    Parabéns pela possibilidade de ação!
    Quero, também, “me intrometer” nos enfeites do quintal…

    Bjs admirados!

    Curtir

    • Intromissão mais que permitida… logo, logo poderemos marcar um chá no quintal novo que já ganhou cores novas e já quase tem luz em todos os ambientes! 🙂 bj.

      Curtir

Os comentários estão desativados.