filho de peixe?

Atenção: se não deseja ler as babações de uma mãe, se afaste agora deste post.

Alguém pode me arremessar uns babadores, por favor? Vejam se não tenho motivo.

Meu pequeno ontem à noite me recebe em casa com uma pilha de feltros cortados em quadrados. Estava me esperando chegar para que eu o ensinasse a costurar… assim, em plena sexta-feira à noite, sem nenhum aviso prévio, ele vai e boom quase me faz explodir de orgulho e satisfação… Fui no mesmo instante buscar linha e agulha enquanto pensava em como planejar a costura a mão dos nove blocos, de um jeito que tornasse a tarefa mais fácil pra ele.

Sua ideia era fazer uma coberta para seus bichos de pelúcia…

Eu mostrei como fazer uma vez e ele me disse que era igual a costura que faziam na escola (acho que na classe dele tem daquelas placas para alinhavo, sabem?).

E só pediu ajuda para unir a última faixa de 3 blocos às outras 2.

Detalhe: pensam que as cores estão nessa disposição ao acaso? Não. Não mesmo. Afinal ele é virginiano e dispôs as cores assim: claro, escuro, claro, escuro… tá bom pra vocês? Eu? Morri.

Ó, o autor da coberta mais linda desta casa…

Pronto, babei.

Anúncios

15 comentários sobre “filho de peixe?

  1. desacreditei! além de lindo, a cara de orgulho dele…. que sensibilidade de entender a sua felicidade em fazer isso….e querer experimenttar isso… e gostar!!! adorei!!!!

    Curtir

  2. Pati, eu não resisti a foto – ele está muito lindo mesmo. Além de tudo um “tecelão” antes de completar o 5º aniversário… Ideias ele as tem multiplas! Vale experimentar tudo, sobretudo, o que poucos se darão ao trabalho de fazer. bjs

    Curtir

Os comentários estão desativados.