40 no 22 e 5 no 23

Sim, isso mesmo que vc pensou. No dia 22 cheguei lá: 40! E, no dia seguinte, veja só: B fez 5.

Com as correrias para organizar o picnic dele, acabei nunca publicando este post.

Outro dia li algo lindo do Guimarães que me fez pensar no clima aqui de casa no mês de agosto: “Minha Senhora Dona, um menino nasceu: o mundo tornou a começar“.

No mês de agosto, tudo “torna a começar” por aqui.

Não sou muito de datas, embora goste de pequenas celebrações. Mas este ano, especialmente, meu aniversário esteve diferente. E nem acho que é o 4 antes do 0. Depois que o B nasceu  o mês de agosto acaba por representar um tempo em que estou organizando a comemoração do aniversário dele. E como já não ligo muito para a data, o meu acaba mesmo sendo beeeem low profile.

O diferente este ano foi a vontade de comemorar. Comemorar a vida e as possibilidades de mudanças que estão aí, se tivermos coragem de encará-las. Comemorar as alegres surpresas encontradas no novo caminho e também os silêncios e momentos “lagarta”, pois o que seria de nós sem os dias cinzentos que nos fazem enxergar e compreender o que os dias alegres “ofuscam”?

Enfim. Tudo 40 e 5 por aqui. E ano novo!

Anúncios

10 comentários sobre “40 no 22 e 5 no 23

  1. Minha avó um dia me disse: “Filha, a vida da mulher começa aos 40! Você vai ver!”
    Eu ainda estou no 35, quase 36 (dezembro) e digo que estou melhor que antes, a mente está mais calma, mais madura (já tomei muitas decisões de m*)… só o corpo que ”resolveu por conta própria” (rs) engordar 12 Kg!
    Welll…. Parabéns para os dois! O B também está numa ótima fase, a de descobertas… e de respostas na ponta da língua que, ó, deixam a gente desconcertadas!!! Né?kkkkkkkkkk

    Curtir

  2. Então Paty, levando em conta que o mundo acaba em 21 de dezembro, talvez eu tenha o privilégio de não chegar nos “enta”…aahhhh doce ilusão. bj

    Curtir

Os comentários estão desativados.