tá, sobre o facebook

Nada de costura no post de hoje…vim mesmo é expor uma reflexão que me acompanha nos últimos meses. Tem relação com a exclusão do perfil do facebook e acho importante comentar, uma vez que alguns de vocês andam perguntando quando outros retalhos voltará por lá.

Antes de mais nada, é importante dizer que entendo ser mais fácil acompanhar as atualizações do blog via página do face, entretanto, é possível também receber as atualizações via e-mail (clicando no botão SEGUIR aí da barra lateral) ou, se você usa recursos como o feedly, fica fácil armazenar em um só local todo o conteúdo que você segue na internet e você pode visualizar quando quiser ou tiver tempo, sem que sua caixa de entrada de e-mails fique cheia.

Outro dia aconteceu uma atividade na turma do grupo de 5 anos da escola onde trabalho (já disse antes, que trabalho com educação?). Enfim,  me convidaram a participar. Todos tiveram que pensar em “um objeto pelo qual fossem lembrados” para mostrar para o grupo e contar porque o escolheram…

DSC03391Esse foi meu objeto. Uma colcha de retalhos, com os blocos costurados assimetricamente para dar essa ideia de que estão “soltos”, dançando num “mar de branco” em que a única coisa organizada é o nome do B.

Por que esse objeto? Porque adoro ser mãe do B mais que tudo nessa vida e porque sou assim: feita de retalhos que ora estão de um jeito e ora estão de outro. SOU assim: mentalmente desorganizada. Tenho uma mente ruidosa que NÃO PARA NUNCA. Por isso, faço mil coisas ao mesmo tempo. E o que não consigo fazer, planejo, incluo em listas… Me perco com o tempo pq sempre acho que tenho mais tempo para colocar em prática o que desejo do que de fato tenho…sabe?

Iniciei este ano querendo silenciar um pouco (como pode ver aqui). Concentrar toda essa energia, que gosto de pensar que é criativa, mas talvez algum psicólogo por aí possa chamar de outra coisa (rs), em MENOS coisas ao mesmo tempo e MAIS tempo dedicado a poucas coisas. Faz sentido?

Essa resolução me fez mudar diversas coisas em meu dia-a-dia. Voltei a fazer atividade física, descobri a Yoga (in love com Yoga), descobri que posso correr (!), tenho me alimentado melhor, dormido mais cedo, assistido menos televisão, ouvido mais música, passado mais tempo com meu filho e a lista é longa…

Nessa lista entra, agora, passar menos tempo nas redes sociais, menos tempo lendo notícias ou me surpreendendo com imagens que não me fazem bem (como aquela do menininho na praia) e é aí que entra o facebook. Não preciso ler sobre tudo para entender ou me informar sobre o que acontece no mundo. As notícias nos chegam de TANTAS formas diferentes, e a insistência com que as pessoas compartilham inúmeras vezes os mesmos discursos de ódio é tão avassaladora que o meu timeline estava parecendo um show de horrores diários.

Então, pra quê mesmo eu participo de redes sociais? Essa é a pergunta para a qual não tenho resposta neste momento. E, pra falar a verdade, não acho que preciso ter.

Agora, tenho planos para este blog…quer dizer, tenho planos para o OUTROS RETALHOS e, em um futuro próximo acredito que não será mais possível que ele seja “apenas” um blog. E aí veremos para onde mais ele irá e se iremos sentir necessidade de voltar ao face.

Por enquanto, sigo por aqui com a intenção de uma vida mais zen. Meu lema do momento: MAIS AMOR, POR FAVOR, MENOS RUIDO!

Escrever neste blog, sobre minhas aventuras costurísticas, sem dúvida, me alegra e ocupa um espaço que valorizo. E você, que passa por aqui, está mais do que convidado a ir ficando por aí…

Uma semana com MENOS do que você não gosta e MAIS do que você AMA, caro leitor!

Anúncios

4 comentários sobre “tá, sobre o facebook

Os comentários estão desativados.