Em clima de bazar!

Está chegando…

DSC00123

Eu e uma amiga convidamos um grupo de pessoas que usam técnicas artesanais em seus produtos para um encontro de um dia, em um ateliê pra lá de descolado (Atelier das Senhoritas), aqui em São Paulo. Chamamos o bazar de MANUALIDADES, justamente por isso. A ideia é valorizar o trabalho manual em produções diversas: crochê, costura, acessórios em prata, mandalas feitas com lã, cartonagem e até comidinhas.

Essa será a primeira vez que participo de um bazar e estou animadíssima. Já tenho algumas peças prontas, feitas aos poucos desde que começamos a planejar o evento, mas nesta reta final, o quarto ateliê aqui de casa “transbordou” para a sala também, que vai ficar assim até o dia do bazar…

Mesa de jantar virou apoio para corte de tecidos; a tábua de passar agora mora perto da mesa para facilitar tudo e esse cabide na parede é a área para produção de fotos (basta colar um tecido na parede para as fotos ganharem um fundo decoradinho…

DSC00124

DSC00121

DSC00120

No ateliê o que vou precisar já está à mão: bobinas carregadas com a cor coringa que é tudo de bom e fica bem em qualquer cor de tecido (mais sobre ela no fim do post); etiquetas ao lado da máquina para não esquecer, alças para sacolinhas já cortadas…

DSC00126

Perto do sofá, já deixei a sacola de bordados a postos. Quando preciso de um break da costura, sento para fazer a parte que é feita à mão… De quebra, um livro sobre venda de produtos feitos à mão, para inspirar!

DSC00125

Também já imprimi as etiquetas, cartões de visita e cartões de-para para quem vai dar Outros Retalhos de presente (quanta emoção!).

DSC00129

Máquina de costura funcionando a todo vapor por aqui. Faltam só 13 dias… Se você é de SP, passa lá…

Dia: 8 de novembro

das 11:00 às 18:00

Atelier das Senhoritas: Rua dos Miosótis, 254

E, sobre a linha que é coringa e adoro, é essa aí… a terceira da esquerda para a direita na foto. Não é creme, não é beje, não é cinza… é assim…meio uma mistura de beje e cinza. Fica bom em tudo que não é branco ou preto. Juro. Vai por mim. Acho INCRÍVEL mudar o tecido e continuar com a mesma cor de linha na máquina.

DSC00127

tecido, feltro, TNT e papel…

…são ingredientes potentes para se produzir uma festa linda. E tenho a prova, quer ver?

blog.salão

Ontem recebemos os amigos da escola, do prédio e primos para uma tarde de brincadeiras “no quintal”. O salão aqui do prédio tem isso, um quintal. Perfeito, né?

Do lado de fora teve bolas gigantes de sabão, bambolê, roda de música, brincadeiras “de rua”… E do lado de dentro teve muito azul e vermelho em forma de bandeirinhas de feltro, cataventos de papel, toalhas de TNT ou tecido, e felicitações em varal de letras de tecido, nos gravetos encontrados pelo aniversariante na pracinha (inspiração aqui). Com essa combinação de cores não sentimos falta de personagens ou estampas. Só as cores lisas e algumas texturas (bolinhas, listras, xadrez) aqui ou alí, já deram conta de alegrar os olhos…


blog.varalblog.mesaboloblog.catavento

O bolo teve tudo a ver com o tema da festa: amarelinha. Na hora de cortar é que foi um desafio, pois as crianças escolhiam seus pedaços pela cor…rs. Me inspirei no Pinterest… acho que vi por lá algo assim dia desses.

blog.bolo

Como sempre, B participou de todo o preparo mas, desta vez, só chegou na festa com o salão já pronto. Um pouco de surpresa sempre cai bem…

Como lembrancinha entregamos a todos um bambolê, fitas adesivas e adesivos de bolinhas coloridas para que pudessem personalizá-los.

blog.bdayboy

Olha aí, o aniversariante. 7 anos! Foi delícia.

sobre inspiração…

Cadê agosto?

Vai dizer que você é daqueles que acha que agosto não acaba nunca? E, quando acaba, que já foi tarde? Definitivamente, aqui em casa nunca temos agosto suficiente. Este ano, por exemplo, agosto já acabou e nada de eu conseguir organizar a comemoração do aniversário do B…ficou para setembro, o que significa que estamos em plena “produção”. 

Geralmente as festinhas dele nascem de um tema, em seguida penso em uma paleta de cores e, a partir daí, todo o resto vai “aparecendo”. Este ano faremos uma reunião dos amigos todos aqui em casa. O tema vai ser BRINCADEIRAS INFANTIS e decidi usar o catavento para decorar convites, mesas e alguns docinhos na mesa do bolo.

blog

As cores? Ainda estou em dúvida entre: várias misturadas, bem colorido, como usei nos convites e uma dupla que eu adoro: acqua ou turquesa (a cor favorita dele) e vermelho.

DIY-paper-pinwheel-KAB

imagem do blog Kids activities.

get-this-free-paper-pinwheel-printable-for-Spring-NoBiggie.net_ imagem do blog No Biggie

Neste fim de semana fiz meu cronograma de tarefas e busquei inspiração para pensar o que colocar nas paredes do salão. Encontrei ideias bem bacanas, que ficarão comigo até decidir o que fazer, o que leva sempre um tempo, porque quando penso em DECORAÇÃO penso em algo SIMPLES e fazer o simples é sempre mais difícil. 

B vai fazer (bem, já fez…) 7! E parece estar começando uma nova “fase”. Mais moleque, só quer brincar lá embaixo, quer os amigos sempre por perto… E uma parede com fotos dele e dos convidados mirins em diferentes momentos, desde pequenininhos, me parece tão simpático… para registrar esses primeiros anos que parecem estar ficando mesmo pra trás.

fair-56

imagem do blog Kara’s Parties Ideas

Faixas e bandeirolas nas cores da festa também me parecem um jeito divertido e fácil de decorar as paredes.

ddbcac85776edb9670e0636f740fd0e1 imagem do blog Ruffled Blog (as bandeirinhas com letras são para imprimir…)

il_570xN.521416157_nz96 imagem de Penny Lane Studio

Para um recadinho de aniversário na parede perto do bolo, esta ideia não é linda demais? Sobre essas letras 3D em tecido penduradas no graveto, já me decidi!! Só falta pensar nas cores. In love com essa ideia.

foto-pronta-1024x764 imagem do blog Casa 18

O bolo vai ser uma amarelinha, do 1 ao 7. B quer um bolo formigueiro, então a cobertura vai ser de chocolate e penso em fazer números coloridos, talvez com confeti… Olha esse bolo que graça:

polka-dot-birthday-cake-recipe-mslo0811-lg imagem Martha Stewart (no site Delish)

Agora, é só deixar essas ideias descansarem…logo saberei exatamente quais cores usar, quais materiais (papel ou tecido, por exemplo), e o que “liga” as ideias todas para uma mesma finalidade – neste caso, celebrar os 7 anos de meu pequeno. E é assim que geralmente funciono…e é assim que faz sentido pra mim. E pra você? Como nascem as ideias em você?

mais passarinhos

DSC09913

porque passarinhos nunca são demais. concorda?

DSC09911

usei feltro, linha de bordado (da grossa) e botões. cortei o corpo dos passarinhos duplos, para dar mais estrutura e facilitar a costura ao redor.

DSC09915

pronto. agora a porta sol está em boa companhia…

DSC09914

boa semana para quem passa por aqui!

a porta amarela

A.do.ro mudar cantos da casa… e você? Quando a mudança significa acrescentar um hífen ao nome original para deixar claro que passa a ser um canto multifunção, então!! Porta-lousa, parede-painel…

Vi uma porta amarela neste blog outro dia e a ideia de pintar uma porta de amarelo me perseguiu por semanas. Sabe quando você simplesmente TEM QUE FAZER? Daí uma amiga comentou que planejava pintar a porta do quarto do filho de tinta lousa…pronto! Pintar portas virou obsessão.

Quer ver como ficou?

Porta da sala antes…

DSC09873

…e depois.

DSC09880

Aproveitei para fazer uma parede-painel-organização-da-vida que acho que TODA MÃE deveria ter. E já que a tinta lousa estava aqui…pintei uma lousinha para recados… Nas pranchetas, além do calendário do mês com datas importantes que “não podem ser esquecidas!” tem também estas outras fichas para ajudar a visualizar o que a semana promete…

DSC09886

A porta do quarto do B. ganhou tinta lousa também.

DSC09884

E, aqui no ateliê, além de um painel lousa ( já que sobrou tinta, né?) os retalhos ganharam um gaveteiro lindinho só pra eles!

DSC09889 DSC09890

Mudar cantos da casa é delícia e eu recomendo!

Boa semana pra quem passa por aqui!

#2 – fazendo bonecas…tecidos “cor da pele”

As primeiras perguntas que aparecem quando se pensa em fazer bonecas dizem respeito aos tecidos para fazer a “pele”. Linho, tricoline, malha…qual o ideal? Mas a pergunta que insiste em aparecer com maior frequencia faz pensar muito além da relação trama do tecido x resultado final… ONDE ENCONTRAR  E QUAL O MELHOR TECIDO COR DA PELE?

Sabe por que faz pensar?

images (7)

Quem não se lembra da época da escola, desse lápis aí, DE UMA COR QUE NÃO REPRESENTA QUASE NENHUMA COR DE PELE NATURAL mas que era conhecido como “cor da pele”?

Não sei no mundo de vocês, mas no meu (trabalho com educação) essa é uma discussão antiga. Ou deveria ser. Partir do princípio de que existe UMA COR que pode ser batizada de COR DA PELE é, no mínimo incoerente, diante da diversidade de cores de pele que existem.

Já existem empresas preocupadas em garantir que os pequenos, ao pintarem pessoas, possam explorar cores de pele, cabelos, da mesma maneira que variam o que desejam desenhar.

lc360_l images (3)

No universo da costura, mais especificamente da confecção de bonecas, precisamos falar sobre “cor da pele” com coerência se não quisermos ser preconceituosos. O pior tipo de racismo é aquele que aparece “sem a intenção de ser”, eu acho.  Até porque, expõe uma ausência de reflexão a respeito. E não podemos esquecer que preconceito, assim como tantas outras coisas que “grudam na gente”, são aprendidas nas entrelinhas das relações sociais e familiares, mediadas pela cultura na qual estamos inseridos. E só nos “desgrudamos” dele se pensarmos a respeito e identificarmos NA MANEIRA COMO FALAMOS SOBRE AS COISAS os indícios de que tem preconceito, sim, na gente também.

Na semana em que recomeçam os conflitos na Faixa de Gaza, me parece muito pertinente falarmos sobre preconceito, ainda que seja a partir de algo que parece tão banal e inocente quanto o tom do tecido que vamos usar para representar a pele em nossas bonecas.

images (9)

Agora, falando em tecidos, as possibilidades são infinitas! E vale ir para a loja de tecidos com algo como essa imagem em mente. Vale o tom que você quiser e vale variar.

Aqui em casa eu tenho hoje essas cores e tecidos que gosto de usar em bonecas:

DSC09869

1 – LINHO: meu favorito para pele de boneca. Gosto muito da textura. Como é um pouco mais grosso que o algodão (tricoline), com o enchimento a aparência fica menos irregular, eu acho.

2 e 4 – ALGODÃO (TRICOLINE): são os mais fáceis de encontrar e os que vêm em uma variedade maior de cores e tons.

3 – ALGODÃO CRU: tem uma trama um pouco mais aberta e dá uma carinha mais rústica ao trabalho, mas vem em cores interessantes para fazer pele também.

Esses 3 tipos de tecido são o  meio termo entre os rígidos e os muito flexíveis, o que facilita o manuseio das partes da boneca enquanto a montamos. No curso de Bonecas Tilda que estou fazendo com a Lu Gastal (via EduK), ela ontem chamou a atenção para isso e achei uma informação bem pertinente: o tecido não pode ser muito rígido, grosso (como brim), pois dificulta muito a produção de partes como braços e pernas (virar do avesso para o direito torna-se uma missão impossível). Da mesma forma, não pode ser muito flexível como a malha, principalmente para fazer Tildas ou bonecas como estas.

DSC05114

Pele feita com tecido de algodão (tricoline).

DSC05738

Nesta usei linho…dá pra ver a diferença?

Agora, vale dizer que o mercado têxtil brasileiro não segue um padrão na produção de cores da mesma forma que outras culturas seguem. É por isso que às vezes começamos um trabalho com um tecido liso de uma determinada cor e, quando voltamos a loja para comprar mais um pedaço, a bobina seguinte “da mesma cor” é ligeiramente diferente. É assim, não tem jeito! A mesma coisa acontece com linhas, lãs… Então, se pretende fazer várias bonecas exatamente da mesma cor de pele, sugiro que compre o tecido todo que irá usar de uma vez. Claro que isso vale para qualquer trabalho…